LATEST POSTS
Carolina Delboni | “Pessoas normais” poderiam ter um pouco mais de fantasia
6
post-template-default,single,single-post,postid-6,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.9,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

“Pessoas normais” poderiam ter um pouco mais de fantasia

“Pessoas normais” poderiam ter um pouco mais de fantasia

Primeiro foram as manequins, depois as modelos, dai as atrizes hollywoodianas, as celeb’s e finalmente os seres normais. Nós como nós mesmos. Sim, agora as pessoas normais é que estampam campanhas, publicidades, têm programas na tv, geram mídia, fazem mídia…

Ok, mas me diz uma coisa: se é tão bacana assim ser você mesmo, ser como você é e pronto, por que o Brasil é o 1o. país em cirurgia plástica do mundo????!!! Pq se nos sentimos tão bem assim, se precisamos nos ver na mídia a todo momento para nos identificarmos com o produto e acreditar que aquilo realmente funciona, por que precisamos nos cobrir de tratamentos estéticos e plásticas? Não vale dizer que é apenas vaidade. Que a mulher agora tem mais acesso financeiro aos tratamentos, que por estar mais independente sente mais vontade de se cuidar, ou que os padrões de beleza incentivam isso e blablabla. Algum fundo de verdade até pode existir nesses itens, mas é fato que hoje a mídia, seja ela qual for, vive e lucra com a imagem limpa e real de nós, seres humanos normais.

Mas pergunto: será que queremos mesmo ser tão normais assim? Será que um pouco de desejo, fantasia, brilho, maquiagem…não seria bom? Não atrairia um # maior de consumidores? Ok, qdo existe a identificação, em qualquer espécie, é natural o agrupamento e acompanhamento. Mas acredito que se houvesse um pouco de fantasia nessa história toda, com certeza, as empresas iriam gerar mais desejo. E desejo gera consumo, movimento, ação.

Qual seria o meio termo ideal entre a imagem da passarela, o idealizado, e o real, o dia a dia? Tá ai um novo caminho a ser experimentado, pq convenhamos que já cansou campanhas e etc com fulana de tal, tantos anos ou beltrana tantos filhos. Ok, bacana, mas o que mais podemos fazer? Qual o passo além que podemos dar? Ou vamos, mais uma vez esperar nós, seres normais, ditar qual será a proxima tendência, o novo comportamento? Que tal tentar sair na frente e propor algo novo, diferente, fora do lugar comum? É só colocar desejo, cor, fantasia…

Um mix entre idealização e realidade. Sabe aquela história da cereja do bolo? Bingo!

4 Comments

  • Camí Espíndola

    25.10.2011 at 14:59 Responder

    Talvez se as pessoas ‘normais’ ousassem, não teriamos uma moda tão igual, sabe? Sempre achei um risco seguir a tendência, copiar looks, etc. pois você pode sair e encontrar alguém com a mesma roupa que você! Quanta derrota! HAHHAAHHAHA

    Beeeijos

  • Carol Yamaguchi

    31.10.2011 at 00:33 Responder

    Oi Carolina,
    leio sempre seu blog e gosto muito das questões que você traz nos seus posts.
    Me identifico com boa parte das coisas que você escreve por aqui!
    E concordo com a ideia de que um pouco de brilho não faria mal a ninguém.
    Parabéns pelo blog, eu te linkei no meu, espero que não tenha problema.

    Boa semana.

  • Carolina Delboni

    31.10.2011 at 00:38 Responder

    Carol super obrigada! Imagina, nao tem problema nenhum o link! Eh um prazer. bjs

  • noticias e babados

    08.11.2011 at 19:55 Responder

    ola meu nome e katrina eu sou uma nova blogueira e queria algumas dica se vc poder me ajudar vai dar uma olhada no meu blog
    por favo
    bjsssss

Post a Comment