LATEST POSTS
Carolina Delboni | Programa em dias de chuva e férias
177
post-template-default,single,single-post,postid-177,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.9,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Programa em dias de chuva e férias

Programa em dias de chuva e férias

Aposto que tem mãe enlouquecendo com os filhos em casa, final de férias, e ainda essa chuva que não pára e não tem previsão de terminar tão cedo. Enlouquecedor! E a gente reza pras aulas voltarem!

Mas enquanto isso, uma idéia boa de programa pros pequenos e como levá-los pra quem não tem motorista (meu caso). A gente pegou um taxisita que é nosso, de confiança, e sempre leva os meninos pra cá e pra lá. Fechamos 2 dias com ele e montamos um roteiro cultural bem bacana!!!

Ontem eles foram ao Sesc Pompéia, ver e brincar na exposição Arte para Crianças. Especialmente pros pequenos, reúne artistas de diferentes gerações que trabalham diferentes linguagens como textura, cores, formas e sensações. Entre os artistas estão Amilcar de Castro, Athos Bulcão, Cildo Meireles, Eder Santos, Mariana Manhães, Nuno Ramos, Rubem Grilo, Tunga e Yoko Ono, entre outros. E é divertidissima!!! Os meninos amaram a barriga da mãe que você entra dentro como se fosse um bebê e o colchão de bolinhas de isopor.

Também foram a exposição interativa Proibido não tocar, do italiano Bruno Munari. A idéia veio do Museo dei Bambini – MUBA, instituição sediada em Milão especializada na realização de exposições interativas para crianças. Eles percorrem um percurso de 4 estações que convida a uma super experiência multisensorial. Ver, tocar, manipular, compor e decompor são algumas das descobertas. Eles ficam super curiosos!!!

E pra terminar vão hoje ao teatreo no patio higienópolis ver As Aventuras de Bambolina, do grupo Pia Faus. Enfim, são idéias super legais, em espaços fechados mas que estimulam as crianças a gastarem energia de forma inteligente e que podem ser feitos sem a gente (já que tem os monitores). Idéias…

No Comments

Post a Comment