LATEST POSTS
Carolina Delboni | Papo de menina
175
post-template-default,single,single-post,postid-175,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.9,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Papo de menina

Papo de menina

Eu to há dias pensando se escrevo ou não sobre o assunto pq ele é extenso e dá uma certa preguiça…enfim, tem um email q eu faço parte com outras meninas/amigas em que trocamos informações e batemos papo. Recentemente, em 2 semanas, ele se tornou algo como “procura-se babá e folguista assim assado”. E gerou polêmica. Por vários motivos…

Claro que o maior deles é essa dependência todas de algumas mulheres em ter esquema full time de babá, folguista e enfermeira. Ufa! É um sufoco. Mas tem muita gente que tem o time todo. E comoçamos a questioná-las sobre o momento delas com os próprios filhos sem a interferência de alguém, do momento delas com o marido e consigo mesma. Dos valores absurdos que se paga a uma babá e que esses valores são elas mesmas que criam e depois são chantagiadas de que se não pagar mais elas saem do emprego. Dai paga-se mais. Uma bola de neve e um assunto bem longo…

Mas pra mim o q chama atenção é que hoje em dia, cada vez mais, perde-se a noção e os valores do que é uma familia. Não adianta só ter se você nao cuida, nao curte, não participa. São raras as exceções de mães e pais que sentam na mesa pra comer com os filhos, que buscam na escola, que brincam, sentam pra ver um filme…Familia é uma coisa que está se perdendo na nossa geração e isso é triste!!! Lembrem como é gostoso poder ter avós, passar as férias na casa deles ou dos primos, de ter uma mãe ou pai bacana que vc pode sentar e falar do que for!!!

Familia não é só ter um pai, uma mãe e os filhos. Se nao existir cumplicidade, relação e intimidade entre eles nao existe. É fachada. É igual aquela casa linda, maravilhosa, de sonhos, mas fria…de que adianta?
ps. aproveito pra usar a foto do post de uma amiga, a Paula, que faz parte desse email de meninas. vale entrar lá, pra ler não só as dicas, como esse post da foto acima.

3 Comments

  • clarice

    11.08.2009 at 03:38 Responder

    Oi Carolina,
    leio constantemente o seu blog, acho ótimo, sempre saio com dicas legais, aliás, sou fã da baby basics também!
    eu não sei como é o seu esquema de babás, mas aqui em casa, a gente tem babá, porque precisa, nós dois trabalhamos, e muito. Mas ela dorme aqui em casa apenas 3 noites por semana. Uma coisa que percebi é que nós, pais, temos que nos adequar a rotina das crianças, e nem sempre a ficha cai. Acho que ter babá o tempo todo, non-stop, não ajuda muito essa ficha cair. Sei lá, também acho complicado uma pessoa ficar pro conta das crianças o dia e a noite inteiros, sem descanço, que é o que acontece geralmente. Nossa, é um trabalho duro à beça.
    É uma relação maluca que a gente acaba desenvolvendo, porque é íntimo e não é. Acho que por isso é que resolvemos esse esquema de 3 noites por semana. Dá para manter uma intimidade da família, sem intermediações.
    bj,

    Clarice

  • Body Baby

    18.08.2009 at 17:00 Responder

    oi carol,
    vc tem toda razao…e eu fui uma dessas q tinha baba 24horas por dia, 7 dias da semana…nossa! eu lembro q a minha baba ganhava 1500,00 reais e folgava 72 horas semanais, veja q absurdo!!!…isto faz 13 anos….enfim…graças a deus sempre estive muito perto do meu filho, mesmo com babas, empregadas, motoristas e etc…e agora q moro aqui na italia, tudo è muito diferente..nao temos empregada o dia inteiro e nem todos os dias da semana…pq fica muito caro..ah!! e o salario delas è tabelado..elas ganham 14 euros a hora e caso a baba seja ilegal, nao tenha documento para trabalhar, ela ganha 11 euros a hora….faxina 10 euros/hora, caso seja ilegal, 8 euros/hora…..funciona assim, entao nao tem exploraçao….
    e qto aos valores de familia, realmente esta se perdendo cada vez mais, mas aqui, como nos que temos q fazer tudo, passamos mais tempo com nossa familia, a mulher nao trabalha tanto, nesta fase de filhos pequenas,…enfim…é uma outra vida,….ou melhor, uma outra qualidade de vida….beijos

  • Paula Duailibi Homor

    25.08.2009 at 02:05 Responder

    Pois eh, hoje eu andei pensando de novo nesse assunto.
    Me questionei se nao acho o fim da picada a dependencia da mulherada que mora ai Brasil, pelo fato da minha realidade aqui nos EUA ser diferente…mas acho que nao. Acho que a minha relacao com o meu marido mudou depois que nossa filha nasceu para algo melhor. Existe uma cumplicidade maior na hora de dividir as tarefas. Acho que isso eh algo que so aconteceu porque fomos “forcados” a dividir as tarefas com o bebe. Eh muito gratificante comemorarmos juntos uma noite inteira bem dormida, uma refeicao bem feita ou simplesmente presenciarmos juntos o primeiro passo ou a primeira palavra. Vale a pena….eh duro, mas vale a pena. bjs

Post a Comment